Ingressos Esgotados



Os convites para a COSTELADA COM A PISA DA UVA 

no Bairro Tijuco Preto

já estão ESGOTADOS. 

Agradecemos a todos pelo carinho !!!

Memorial Comunità Italiana

O Memorial Comunità Italiana
se prepara para receber o público a  partir de 2011.



Chá da Tarde Aromático 
Sucos, chás, pães, bolos e patês com ervas aromáticas
Grupo de Dança Cuore di Angeli
Visita à Capela São José e ao Memorial Comunità Italiana,
Canteiro de Ervas Medicinais e Aromáticas do Grupo Novos Ramos com Rumo Certo.
Artesanato  local e Vinho artesanal

Tudo preparado com muito carinho pra você.

A Partir de Janeiro.  Visitas com Agendamento.

Este roteiro será apenas para um público de no mínimo 25 pessoas.

DA FELICIDADE

DA FELICIDADE

Quantas vezes a gente,em busca da ventura,
Procede tal e qual o avozinho infeliz:
Em vão,por toda parte,
os óculos procura
Tendo-os na ponta do nariz!

Mário Quintana

Vamo dançá quadria ????


Fiesta Giunina Italiana


Cum dereito a Casamento Caipira- Italiano,
Quadrilha e despois um grandioso BAILÃO,
que é pra mór de animá a festança!

Dia: 05 de junho ( di doi mir e déis)
A partir das 19 horas
Local: Salão de Festas das Capela São José
Bairro Tijuco Preto

Será que a BEPINA vai casar com o CHICÓ?

Será vendido quentão, vinho quente, porção de polenta frita, frango a passarinho, pastel,doces típicos, cerveja e refrigerante.

Ingresso R$ 5,00 ( cinco real)
Crianças até 10 anos não pagam


A pipoca é de graça

Ara !!! Vê se ocê num vai fartá!

PISA DA UVA em louvor a São José




MAIS UMA VEZ UMA GRANDE FAMÍLIA REUNIDA...

Queremos agradecer as 516 pessoas ( exceto crianças de 0 a 7 anos que não pagaram)e que estiveram presentes, ontem ( dia 21/ 03) ,

na Pisa da Uva em Louvor a São José

Obrigada pelo carinho de todos.
Foram momentos mais que especiais e de grande emoção.
Quem esteve presente pode saborear uma comida da Mamma deliciosa e feita com muito
carinho, além de se emocinar com as estrelas do nosso evento.
Grupo de dança infantil da Comunità Italiana di Jarinu e os

sempre contagiante CANTANTI D' ITÁLIA.


momentos de grande preciosidades




SEJAM BEM VINDOS à
Pisa da uva em Louvor a São José
com Costelada
no Bairro Tijuco Preto
Dia 21 de Março/2010
Local- Salão de Festas da Capela São José
Horário- 12 h
Convite- R$ 20,00 ( adulto)
Os ingressos são limitados e não serão vendidos no local.
Reserve o seu pelo tel. 11 - 4016 1442 / 4016 4368
As bebidas e sobremesas serão cobradas à parte.

Santo Natale

Caro Bambino Gesù,
Asciuga, Bambino Gesù, le lacrime dei fanciulli!
Accarezza il malato e l’anziano !
Spingi gli uomini a deporre le armi e a stringersi in un
universale abbraccio di pace!
Invita i popoli, misericordioso Gesù, ad abbattere i muri
creati dalla miseria e dalla disoccupazione,
dall’ignoranza e dall’indifferenza,
dalla discriminazione e dall’intolleranza.
Sei Tu, Divino Bambino di Betlemme,
che ci salvi liberandoci dal peccato.
Sei Tu il vero e unico Salvatore,
che l’umanità spesso cerca a tentoni.
Dio della Pace, dono di pace all’intera umanità,
vieni a vivere nel cuore di ogni uomo e di ogni famiglia.
Sii Tu la nostra pace e la nostra gioia! Amen.

(Preghiera di Giovanni Paolo II)


Che l’Amore di Dio colmi tutti i nostri vuoti
e realizzi tutti i nostri bisogni,
i bisogni importanti, i bisogni della nostra anima
e ci tenga sempre uniti in questa grande famiglia
che è l’umanità.

I nostri migliori auguri di un Santo Natale
ed un Felice 2010.

Famíglia Comunità Italiana di Jarinu

Memorial é o passado sempre presente.

Em nosso estatuto consta a criação de um Memorial do Imigrante em Jarinu, pois ainda não tem nenhum que seja oficial. Esse memorial era um dos objetivos da nossa Associação e um sonho que foi concretizado no dia 21/ 11 durante a abertura da Festa da Ameixa e do Pêssego de Jarinu- ao som de tarantella e com as apresentações de nossos dançarinos mirins.
O memorial foi montado no Tijuco Preto porque é o bairro onde está a Comunità Italiana di Jarinu, uma associação que foi sempre atuante mas que só foi registrada oficialmente a dois anos atrás. A comunità organiza almoços italianos( com a presença de mais de 300 pessoas) pelo menos 2 vezes ao ano, o que contribui para que haja uma pequena verba para manter o memorial e os gastos que uma associação tem... estamos também economizando para fazermos banheiros para cadeirantes.


O motivo da criação deste memorail é devido a importancia do reconhecimento pelo trabalho e pelo exemplo de coragem dos nossos antepassados. Em toda história de imigração, seja de qualquer continente... existe uma história de superação baseada na emoção e esperança. Cada história é uma lição de vida...nesse pequeno memorial, singelo, mas preparado com muito carinho temos debulhador de milho, máquina de costurar, prensa de bagaço de uva para fazer vinho, torrador de café, moedor de café...maquina registradora... e a idéia surgiu entre os membros da diretoria, e com a festa da Ameixa e do Pêssego que decidimos fazer juntamente com a Associação de Produtores, unimos o útil ao agradável. Já que na festa teria a exposição das frutas e Holerícolas produzidas na cidade, resolvemos preparar o memorial ... que já estava em nossos planos... apenas adiantamos um pouco a data da inauguração.

Os imigrantes tem uma colaboração significativa no crescimento de Jarinu, portanto precisamos lembrar falar da agricultura. Hoje um grande numero de descendentes de imigrantes sobrevivem também com o comercio na cidade, mas a grande maioria está na agricultura. Grandes cultivadores de uva,morango e fruta de caroço ( pêssego, ameixa)além das holerícolas.
Jarinu ainda é uma cidade com grande extensão rural, e os imigrantes que no começo do século vieram para substituir os escravos nas plantações de café, conseguiram fazer América , comprar o seu pedaço de chão e produzir no que é seu.

O que é muito interessante frisar é que o nosso memorial não é uma exposição de antiguidades e com pessoas interessadas em mante- lo somente porque seja economicamente viável ou apenas interessante ou curioso. O nosso diferencial é que, ainda, vivemos na pratica e muita coisa que está no memorial estava na casa de nossos parentes e guardados com carinho... porque fizeram parte da história da vida deles.
Quantas vezes nosso NONO trabalhou com aquele pulverizador de bronze nas costas ??? e hoje tem a comodidade dos tratores... quantas vezes nossa NONA teve de debulhar milho, no debulhador e depois passar no moinho para fazer fubá? E quantas vezes tiveram que usar o moedor de carne para fazer lingüiça? E a luz que era apenas uma lamparina, a bacia que era para o banho?
Para muitos, isso pode ser curioso, mas para eles são momentos de lembranças, de saudosismo, sofreram ...e ainda hoje conseguem dizer que naquela época é que era bom... porque se superaram ... foi uma época de grande conquista e que pretendemos, com o nosso memorial, reconhecer e valorizar o que temos hoje. Se hoje temos tratores de mais de 100 cavalos é porque nossos avós suaram muito com a enxada e o pulverizador de bronze nas costas ... se hoje podemos dar emprego a muitas famílias é porque eles batalharam para conseguir um pedaço de terra... no mínimo temos que manter viva essa chama, para não ser esquecida ... Memorial é o passado sempre presente.

Coração de Criança

Nossas crianças abrilhantaram a Festa da Ameixa e do Pêssego de Jarinu com as suas apresentações durante a festividade nos dias 21 e 22 de novembro



... e com a Dança de Tarantella Inauguraram o pequeno
Memorial do Imigrante da Comunitá Italiana di Jarinu
***

Memorial do Imigrante

A Comunità Italiana di Jarinu irá inaugurar no dia 21 de novembro às 10 horas
um pequeno Memorial do Imigrante Italiano .
Jarinu terá mais uma opção para o turísta que procura um lugar aconchegante e típico do interior.

Venire Sapere Un piccolo Pezzo d'Itália in Brasile

Surpresa !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



SURPRESA DURANTE AS APRESENTAÇÕES
É SEMPRE BOM !!!





AINDA MAIS QUANDO O CAUSO
É UMA CAIXINHA DE SURPRESA



Waldir Parise

Alguns amigos que estiveram presentes no evento


Nossos recepcionistas

Família Soranz e Tofanin

Circolo Italiano de jundiaí


Azelino Soranz


Fernando, Clodoaldo e meu Pai


Tia Celina, Tio Zezinho
e Prima

Amigos sempre presentes

As meninas que botaram a mão na massa

Ednea e Helena...
sem essas meninas não seria possível
a realização do nosso evento.
Não podemos esquecer da Mercedes Soranz que também esteve sempre
presente durante os preparativos...
mas que não aprece na foto.